Entenda os efeitos dos diferentes tipos de gordura

Qualquer pessoa que esteja buscando perder peso repele qualquer coisa que envolva a palavra “gordura”. De fato, alimentos ditos “gordurosos” geralmente incluem aqueles que fazem mal a saúde. Porém, é importante falar mais sobre esse assunto.

Será que toda gordura faz mal? Não, nem toda. Assim como outros componentes da nossa dieta (proteínas, carboidratos, vitaminas), a saúde é atingida através do equilíbrio, e a gordura entra nisso.

Portanto, para esclarecer mais sobre assunto, hoje vamos falar sobre os diferentes tipos de gorduras e quais são suas ações no corpo, para o que servem e onde são encontrados. Confira.

Saturadas e insaturadas

Esses são os três grupos principais das gorduras. Já vamos falando que, ao se tratar de saúde, o único tipo que traz algum benefício é o grupo das insaturadas, as mono e poliinsaturadas.

As gorduras saturadas são aquelas que geralmente vem de origem animal. Está presente em alimentais como leite, queijos, bacon, manteiga, iogurte, creme de leite, além das carnes vermelhas e brancas. Ela é considerada prejudicial principalmente por favorecer o colesterol LDL, o colesterol ruim, que aumenta a chance de problemas cardiovasculares entre outras complicações. Portanto, fique longe dela!

Já as insaturadas são uma outra história. Elas incluem os alimentos de origem vegetal, entre sementes, grãos, óleos, cereais, entre outros. As poliinsaturadas é uma gordura boa, rica em ácidos graxos essenciais como o ômega-3 e o ômega-6, que nos deixam mais distantes de riscos de doenças cardiovasculares. O único porém desse tipo de gordura é que ela diminui tanto os níveis do colesterol ruim (LDL) quanto do bom (HDL). Alimentos como os óleos de soja, girassol e milho são ricos nela.

Já as monoinsaturadas são aquelas que têm tudo de bom. Elas contribuem muito no combate ao colesterol, favorecendo o bom (HDL) e diminuindo o ruim (LDL). Por isso, seu consumo é famoso por reduzir as chances de doenças cardiovasculares. Ela está presente em alimentos como azeite de oliva, abacate, amendoim, nozes e óleo de canola.

Gordura trans: fique longe!

Um tipo muito comum criado a partir da indústria de alimentos é a gordura trans, extremamente ruim para o corpo. É utilizada para realçar o sabor de alimentar e aumentar sua validade, porém, a um alto custo. Elas estão concentradas em alimentos industriais e processados como os congelados, pipocas de micro-ondas, bolos, biscoitos recheados, molhos industrializados diversos, etc.

São conhecidas também por sua relação com o colesterol (LDL), o ruim, já que aumentam seus índices enquanto diminui a presença do colesterol bom (HDL). A gordura trans também afeta o metabolismo, deixando-o mais lento. Além de aumentar o risco de doenças cardiovasculares, também favorecem o aparecimento da diabetes. Muitos motivos para ficar longe, não é?

 

E então, aprendeu um pouco mais? Na busca da perda de peso, qualquer informação é bem vinda, certo? Continue acompanhando nosso blog para mais dicas úteis sobre como manter-se em forma! Ah, e conte sempre com o Redulin como um grande aliado na luta contra a balança!

 

Com informações de Zero Hora.